O Poder Feminino

“Toda ‘mulher’ é uma forma de energia e você deve visualizar esse poder em cada mulher. Meu querido, até a esposa é uma amante por um momento e uma mãe para a eternidade. Crie uma relação pura com uma mulher e não ha relação mais pura que aquela de uma mãe. Apenas faça isso por 45 dias e você visualizará ‘Mãe Kundalini’ em cada mulher. Se eu consigo ver isso, por que você não consegue? O corpo da mulher é um bom médium para o fluxo de energia. Ele não apenas recebe energia mas a armazena, cria e a repassa. Seu olhar para uma mulher com boas ou más intenções pode te levantar ou destruir. Mulher foi um retrato de poder, energia, ainda é e, permanecerá assim no futuro. Distribuir é a natureza básica de uma mulher. Ela se sente mais feliz em servir, comparado a comer. Essa natureza básica está naturalmente presente em cada mulher.

Sempre que uma revolução espiritual acontece no mundo, a ativação dessa revolução espiritual será através do poder-feminino.”

– Satguru Shivkrupanand Swamiji

Anúncios

Abra suas portas e deixe a luz entrar

“O sol nasce no seu local todos os dias e não dá mais luz, ou menos luz a ninguém; ele dá luz igual, energia igual. Esta é a característica especial da natureza. Ela não discrimina ninguém. Paramatma (Deus) também é o mesmo para todos – sem distinção de sexo, raça ou comunidade etc.

Abra as portas do seu coração. O nascer do sol aconteceu lá fora e a luz está espalhada em todos os lugares, até para os seus vizinhos. Mas a sua casa está escura, sem energia ou vibrações e a razão para isso é que, você fechou suas portas e janelas firmemente. Você terá que abrí-las – o sol não pode fazer isso por você. O sol não precisa de você, você precisa do sol. Quanto mais você abrir suas portas mais luz entrará; mas você terá que abri-las, pois somente desejar por luz não é suficiente. Quando você abrir as portas você perceberá que o sol está lá fora, esperando por você.”

-Sadguru Shri Shivkrupanand Swamiji

Fonte: http://samarpannews.org/08/May/index.html~ Discurso durante “Aatma Samarpan Mahashibir Dharma (Mega Meditation Camp)” Dia 2 – Muladhar Chakra (18 de Abril de 2008, Goa-India)

A experiência da Meditação Samarpan

“A Meditação Samarpan é baseada em Anubhooti (experiência espiritual). À medida que você progredir, você vai começar a receber experiências. Primeiramente tem-se a experiência de ondas frias de Consciência (Chaitanya) no corpo. Há uma sensação de pulsação (latejante) nos centros de energia dos chacras. E quando se vai mais longe, recebe-se a visão (darshan) de um Guru. Você vai ter o darshan daquele que você aceitou como Deus. Algumas pessoas vêem uma luz radiante, enquanto outras vêem uma chama. Quando há progresso no Agya Chacra (localizado entre as sobrancelhas), o processo de ver (visão, imagens) cessa para o sadhak (buscador espiritual). E então sua jornada interior começa.

O sadhak começa a sentir o cheiro de rosas.
O sadhak começa sentir a fragrância de sândalo.
O sadhak começa a ouvir o som de sinos tocando.
O sadhak ouve o som do sopro de uma concha.
O sadhak começa a ouvir o som celestial (Brahma-naad); um som semelhante ao que se ouve ao colocar o ouvido perto de um poste de telefone oco. A alegria do Brahma-naad não pode ser descrita. Você sente vontade de apenas ouvir isso o tempo todo. Nos perdemos completamente nele.

Então, lentamente, sua existência começa a fundir-se à existência da natureza. Você passa do ‘Eu’ para ‘Ele’. Você transforma-se de um ser humano (manav) para Super ser humano (Mahamanav). Você se torna completamente vazio e a energia divina (Paramatma Shakti) começa a fluir através de você. Você torna-se um médium dessa energia. A existência do seu ‘Eu’ desaparece completamente. Você se torna um médium de Paramatma (Deus/Consciência Universal) e seu dharma interior é despertado. Você começa a receber o conhecimento completo do que você deve fazer e o que você não deve fazer na vida. Você se torna seu próprio Guru. Depois disso o Satguru completa o seu objetivo; e então você tem que ir sozinho em sua jornada. Você se libera de apegos mundanos; alcança o estado de salvação/liberação (moksha) em vida, e o propósito de sua vida é concluído.

Na Meditação Samarpan há de se alcançar Paramatma na proximidade do Satguru. Portanto a proximidade do Satguru é importante. É necessário ter uma relação forte com o Satguru para obter a sua proximidade. Para ter um relacionamento forte com o Satguru, é necessário total entrega com plena fé nele. Entrega completa só pode ser obtida com total fé. Isso significa que tudo depende de se curvar com plena fé, porque tornamos nosso Atma (Alma) mais forte ao nos curvarmos. Quanto mais forte a alma, maior será a capacidade de se obter sua orientação adequada; ela o guiará mais. Sob a orientação de Paramatma, seremos capazes de viver a vida que nos foi dada por Paramatma e seremos felizes. Paramatma é o destino, e a vida é a distância que há de se cobrir para alcançá-lo. Este corpo é a ferramenta para diminuir essa distância. Este corpo é um veículo e Satguru é o caminho. Não é possível chegar a Deus sem um corpo físico.

A meditação Samarpan é o caminho para alcançar Deus; todo o resto será obtido na vida automaticamente. A meditação Samarpan não é para ser lida sobre, mas para ser colocada em prática. Esta (mensagem) foi escrita para que você possa se inspirar a agir sobre ela. A meditação Samarpan é de acordo com a situação atual. É a técnica de meditação do presente. É um método simples, que pode facilmente ser seguido neste mundo que está cheio de poluição de pensamentos. Ela pode facilmente ser aceita, pois é um método do tempo atual.

Tente aceitá-la e experimentá-la.”

– Sadguru Shree Shivkrupanand Swami

Estabelecendo Valores Espirituais (Discurso Mahashivaratri 2015)

Medite sem expectativas, pois quando há expectativa não há progresso – quando você joga carom, badminton – você se sente bem. Torne a  meditação o seu hobby, faça porque você gosta – secretamente e sem expectativas. Concentre-se no seus sentidos – o estado da sua casa é bom – você limpa sua casa diariamente, mas as janelas estão abertas e poeira entra. Feche essas janelas.

1) Não fale mal dos outros; 2) Não escute coisas ruins; 3) Não veja coisas ruins – os olhos  estragam o seu chitta** e isto foi provado pela ciência – você absorve essas  más vibrações. 4) Nem mesmo pense coisas ruins – conforme você progride no seu sadhana (prática espiritual) seu chitta torna-se puro e conforme se torna puro ele torna-se forte e o que quer que você pense, acontece; porque seu chitta shakti (força de vontade interior) vai começar a trabalhar nisso – portanto se você pensar então irá acontecer. Se você pensar mal dos outros, o que você pensar irá acontecer e esse pecado será o seu karma.

Entre 4-6 da manhã medite com sentimento puro. “Mai ek pavitra atma hoon, mai ek shudha atma hoon” (Eu sou uma alma pura, eu sou uma alma sagrada). Recite esse mantra três vezes e diga com sentimento profundo – Eu nasci em diferentes religiões, castas, cores, línguas, gênero, países e minha pureza foi mantida como é – quando você sentir isso, você irá experienciar que não há nenhum impacto da religião, casta, língua, país, cor ou gênero. Tudo isso terminará automaticamente quando você aceitar que é uma alma pura, uma alma sagrada. Eu sou uma alma sagrada – Eu não sou nada além de uma alma. Eu não tenho um cargo, etc à ponto em que você não se diferencia entre ser um homem ou uma mulher, você é apenas uma alma. Medite regularmente – não perca um único dia  – Eu não o irei deixar – medite mesmo à meia-noite, tudo bem. O melhor horário é entre 4-6 da manhã – a pureza não acontecerá no seu centro (de meditação em grupo) – o centro é um lago, você terá que ir até a gota, a gota deve ser pura.

Havia um rei que disse aos seus cidadãos que eles encheriam o lago com leite e que para isso cada família deveria dar um litro de leite. Então aquele leite poderia ser usado pelo reino inteiro. Todo mundo pensou que a próxima pessoa irá dar o leite, então eu vou apenas derramar água. No dia seguinte quando o rei foi ao lago ele viu que estava cheio de água já que ninguém havia dado leite. Comece por si mesmo, melhore a si mesmo. Eu estarei lá pessoalmente com todos aqueles que comecem. Antes eu lhe dizia para não meditar entre 10 da noite e 4 da manhã.

Esta é uma jornada interna. Não o faça porque eu estou dizendo. Diga eu começarei e eu o farei até o próximo Mahashivaratri***. Este período será preenchido com leite e não com água. Lembre-se de fechar as janelas – os olhos, ouvidos, boca, língua e cérebro. Não haverá progresso a não ser que você feche as janelas. Começa hoje o Samuhik Sanskar Sadhana (prática de meditação coletiva para o estabelecimento de valores espirituais) – valores de ‘eu sou uma alma pura, eu sou uma alma sagrada’ – lembre-se que essa meditação é sua e unicamente sua. Não deve haver ninguém a 1m50cm de distância enquanto você estiver meditando. A aura de todos irá se desenvolver. Agora esta aura não está desenvolvida. É como um jardim de rosas – as plantas são colocadas a uma distância de 1m50cm uma das outras para terem espaço para se desenvolver. Dê espaço e medite. Se você não pode dar meia hora então contemple sobre a sua vida – Eu faço tanto pela minha família, escritório, etc mas não para mim mesmo. Dessa vez o que você dará a si mesmo será permanente e estará com você eternamente. Sua aura, sua alma serão úteis para você. Nessa meia hora você se tornará o seu próprio Guru. Algumas pessoas dizem ‘vamos tentar e ver’ – nisso todos dão espaço para suas auras se desenvolverem. Você pode fazê-lo em qualquer lugar – mas ninguém deve estar com você. Nós começamos hoje. Qualquer um pode participar a partir de qualquer momento.

-Satguru Shivkrupanand Swamiji (Extrato do discurso durante o Mahashivaratri em  Fevereiro 2015)

*carom, badminton: jogos tradicionais na Índia

** O termo ‘chitta’ pode ter os seguintes significados de acordo com o contexto em que é usado – mente, intelecto, atenção, faculdade da razão, pensamento, etc.

*** Mahashivaratri – Noite de celebração do Senhor Shiva, que ocorre na 14ª noite de lua nova (cai numa noite sem lua de fevereiro).

Paramatma é Imortal

“Minha avó costumava dizer que Paramatma (Deus) é imortal – Ele existiu no passado, existe no presente e existirá no futuro também. Assim, desde a minha infância eu entendi que Paramatma não pode ser um corpo físico. Não pode ser um corpo físico porque nenhum corpo físico é eterno. Não existe corpo físico que esteve presente no passado, que exista no presente e que existirá no futuro também. Portanto Paramatma não pode ser um corpo físico. Mas apesar de estar ciente disso eu comecei uma jornada em busca do Paramatma do presente e recebi experiência espiritual através do médium do meu Gurudev. Eu o aceitei como Paramatma apesar de saber que Gurudev não é Paramatma; que ele é uma pessoa comum com duas mãos e dois pés, como eu. Eu o aceitei porque a Consciência Universal o havia aceito e escolhido como médium para chegar até mim. Então eu aceitei o médium como Paramatma. Paramatma (Deus) é Consciência Universal e para alcançá-la temos que aceitar algum indivíduo pelo menos como Paramatma. Eu aceitei meu Guru como Paramatma e como resultado eu cheguei perto de Paramatma. Então minha jornada interior comecou e eu percebi que Paramatma está dentro de mim.”

-Satguru Shivkrupanand Swamiji

Progredindo na Meditação (Perdão – Parte 4)

Ensinamentos durante Workshop em Pen Rhiw em Abril de 2003

pelo Satguru Shree Shivkrupanand Swami

O próximo passo é perdoar. Perdão significa perdoar aqueles que fizeram algo de errado conosco. Perdoar esses incidentes, que nos causam dor. Perdoar esses incidentes que criam energias ruins dentro de nós. Perdoar todos esses incidentes e pessoas libera o passado, e o perdão nos traz ao presente.

Este é o veneno e a sujeira dentro de nós que temos que limpar. Isto tem nos afetado por muitos anos. Temos que liberar esse veneno para fora da gente, caso contrário, não importa quanto néctar colocamos dentro de nós, ele também se tornará envenenado.

Portanto é extremamente necessário que você perdoe e esqueça todos aqueles incidentes e pessoas e se mantenha no presente. Assim, tome como um hábito: ‘Swamiji nos pediu para não pensar sobre o passado’. Quando você pensa no passado, você se estará distante do presente. Seu progresso somente é possível quando você se libera dos pensamentos do passado.

Eu sei que não está na sua capacidade parar de pensar sobre o passado, por isso é melhor que você esteja completamente entregue ao seu Guru.

Completamente entregue é o caminho quando todos os rios fluem e encontram com o oceano. Quando você se entrega você ganha fé, você estará satisfeito e também irá perdoar.

Portanto essas três coisas: satisfação, fé e perdão tem uma raíz, e essa é Samarpan, Samarpan e Samarpan (entrega, entrega e entrega).

Estar completamente entregue significa ver todos os pequenos acontecimentos em sua vida com uma atitude positiva. O que quer que esteja acontecendo é graças ao meu Guru. Seja tristeza ou felicidade aceite como um presente ou benção dele. Isto é chamado entrega total.

Mantendo a Conexão

“Agora eu vou explicar através de um exemplo qual é o meu estado, o que é Paramatma (Deus), o que é despertar, etc. Imagine que você construiu um belo bangalô em uma colina e há casa de força ao lado oposto. Você tem uma TV, geladeira – todos os equipamentos elétricos em seu bangalô , mas sem conexão com a casa de força. Como resultado, sua casa está na escuridão e todos os equipamentos são inúteis. Mas há uma luz acesa em uma cabana a  2 kms de distância, porque está ligada à casa de força. Você também quer uma conexão elétrica portanto você submete um pedido para a casa de força e depois de alguns dias um eletricista vem a sua casa, traz a rede elétrica até o seu bangalô e lhe fornece a conexão. Em seguida, cabe a você usar o tipo de luz que você quer ou você pode manter o interruptor desligado. Mas o eletricista não vai vir e ligar a luz para você, você tem que ligá-la por si mesmo. Continuar lendo