Receptividade e Experiência Espiritual (História do Kheer e o Kamandalu sujo)

“Minhas saudações a todas Almas Divinas,

Começamos o programa de hoje com uma história sobre Swami Ramdas. Um grande santo de Maharashtra (Índia), ele ia para diferentes cidades e aldeias e espalhave a mensagem de despertar as pessoas. Certa vez  ele estava dando um discurso em uma aldeia. Após o término do discurso, uma senhora se levantou e lhe perguntou – quando eu ouvi você falar sobre ‘anubhooti’ (experiência espiritual), eu senti que também deveria tê-la. Você poderia cumprir o meu desejo? Swamiji respondeu sim, com bastante facilidade, mas eu tenho uma condição – Eu adoro comer ‘kheer’ (doce preparado com leite e arroz). Traga-o para mim e eu lhe darei o anubhooti de Paramatma (Deus/Consciência Universal). A senhora foi para casa e com grande entusiasmo preparou um saboroso ‘kheer’ e trouxe-o para Swamiji. Ele estava sentado no templo em uma colina. Ele a viu se aproximando, se abaixou e encheu seu ‘kamandalu’**(recipiente de madeira com alças transportada por ascéticos) com água suja de um ralo próximo. Quando a mulher trouxe o ‘kheer’, ele pediu-lhe para derramá-lo no ‘kamandalu’. Ela disse que ele estava cheio de sujeira e queria limpá-lo primeiro. Quando Swamiji insistiu que ela deveria derramá-lo na sujeira já que o doce era para ele, ela se recusou a fazê-lo. Em seguida, Swami disse a ela que, com apenas 4 horas de trabalho duro você quer ‘anubhooti’ e não pode derramar o kheer no kamandalu sujo. Mas eu trabalhei durante toda a minha vida; você espera que eu lhe dê ‘anubhooti’! Como posso derramar energia em você até que você limpe o seu ‘kamandalu’ sujo, que é a sua mente?

Nós nos comportamos de modo semelhante no mundo. Nós colocamos veneno dentro de nós mesmos e estragamos até as boas vibrações que obtemos de um bom lugar, um lugar sagrado, um Santo ou um templo. Recebemos boas vibrações da natureza; recebemos o néctar e o colocamos no ‘kamandalu’ sujo e esperamos que ele se preencha com néctar, mas ele se transforma em veneno. Então, quando nos deparamos com problemas na vida, nós choramos – eu já fiz tanto, por que eu estou enfrentando tudo isso? É porque nós acumulamos veneno e transformamos até mesmo o néctar em veneno.

Agora, pare de receber o néctar ou então o seu ‘kamandalu’ nunca será limpo. Você vai estragar até mesmo o que você tem; pare de coletá-lo e, pelo menos, deixe-o para os outros. Purifique-se primeiro. Imagine que você é uma garrafa cheia de água suja. Quando você visita lugares sagrados você derrama algumas gotas lá e espera ser purificado. Você vai ter que virar o frasco de cabeça para baixo e, em seguida, ele será limpo e todo o ar puro e vibrações entrarão automaticamente. Você não vai precisar obtê-los. Você pode esvaziar a garrafa em qualquer lugar – diante de uma árvore, um templo, um santo ou mesmo um jumento- onde você vai fazê-lo não é importante, apenas esvazie-a.”

– Satguru Shri Shivkrupanand Swamiji

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s